Quer aprender a vender mais?
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
FECHAR

Preço é mesmo tão importante?


Post de Claudio Diogo em 3/07/13 | Comenários: 0

Artigos(2)Uma das objeções que vendedores mais ouvem diz respeito ao preço. Segundo os clientes, se fosse um pouquinho mais barato eles levariam, mas “tá caro demais, vai ficar pra próxima”.

Mas eu não acredito nessa objeção. E vou fazê-lo entender que na verdade preço não é tão importante quanto você acredita ser. O que importa, mesmo, chama-se valor!

Como assim?

Pare e pense comigo: se preço fosse mesmo tão importante, qual seria o carro mais vendido? É, esse aí mesmo. Mas ele não é não.

Se preço fosse mesmo tão importante, qual seria o sabão em pó mais vendido? Pois é, também não é.

Se preço fosse mesmo tão importante… bom, você entendeu onde quero chegar, certo?

O fato é que as pessoas não compram preço. As pessoas compram valor. Se você ainda não se convenceu disso o gráfico abaixo com certeza vai mostrar que eu tenho razão. Olha só o que as pessoas realmente levam em consideração na hora de comprar:

Convencido, né? Pois então está na hora de começar a pensar no que fazer para contornar a objeção ao preço e vender mesmo quando a princípio ele parece não querer levar seu produto/serviço.

Dicas práticas para acabar com as objeções ao preço

  • Apresente não apenas as características, mas os benefícios – o sapato é macio? Explique que com ele seu cliente poderá passar as várias horas que costuma ficar em pé no trabalho sem sofrimento;
  • Ofereça benefícios extras – Entrega gratuita, produto/serviço acessório como brinde, garantia extendida sem custo adicional… tudo isso (e muito mais) pode servir como “moeda de troca” e agregar valor ao que você vender, neutralizando a objeção ao preço;
  • Facilite o pagamento – por mais que o preço não seja o maior dificultador da compra, oferecer ao seu cliente condições de pagamento atrativas pode ajudar e muito no fechamento da venda. Parcelamento, possibilidade de utilização de cartões, pagamento por boleto, no cheque são coisas que tornam a compra mais fácil na cabeça do cliente e colaboram para que você consiga fechar o negócio.

Para você nunca mais aceitar um “tá caro” logo de cara.

Sucesso!

Claudio Diogo

Veja também:





0 comentários em "Preço é mesmo tão importante?"

Deixe seu comentário!

Comentar